top of page

EVENTVM

Frederick de Jesus Carrilho

EVENTVM é um ciclo de Obras Musicais cujo processo composicional teve origem em finais do século passado (entre os anos de 1999 e 2000).

O escopo conceitual, estético e poético, tem em seu cerne, a abordagem fenomenológica matemática e física de acontecimentos/eventos no espaço-tempo advindos da Criação e Manifestação Universal do Senhor Deus (YHWH).

Por definição, Evento se refere a um acontecimento que, em termos probabilísticos, se define como sendo um fenômeno randômico, um elemento ou elementos de um conjunto-universo definido previamente, sobrevindo de um ponto e em um instante determinado: Ponto do Contínuo Espaço-Tempo.

As obras se tratam da exploração conceitual da estética do movimento cíclico sonoro e gestual presentes na linguagem musical contemporânea. A elaboração musical, através do contraponto das vozes instrumentais (camadas/layers), a saber: dinâmica, efeitos timbrísticos e harmônicos, técnicas estendidas, espacialização, ressonância, contraponto, multiplicidade de fenômeno transitório formal e harmônico, metamorfose temática, timbre, rítmo, polirritmia e simetria, é sublimada pela concepção timbrística e textural do compositor.

O Eventus Sonantis, premissa criativa musical do Fred, sublima a interação dos fenômenos espaciais e sonoros, bem como das relações destes conceitos estruturais da música com a poética existencial humana, incorporadas em cada Obra que compõe.

 

Estas interações fenomenológicas, do ciclo de obras musicais EVENTVM, são apresentadas, em essência, entre os fenômenos sobrenaturais da Obra de Deus e da expressão humana para Seu Louvor, Honra e Glória. Amém.

EVENTVM I
JORNADA PARA A ETERNIDADE
(Ano de composição: 2000)
(στην Αιωνιότητα του Κυρίου Θεού / Ad Aeterna cum Domino Deo /À Eternidade com o Senhor Deus)

JOURNEY TO THE ETERNITY (2000)Frederick de Jesus Carrilho
00:00 / 08:52

E eis que a glória do Deus de Israel vinha do caminho do oriente; e a Sua voz era como a voz de muitas águas, e a terra resplandeceu por causa da Sua glória.

(Ezequiel 43:2)

O Senhor lhe disse: "Saia e fique no monte, na presença do Senhor, pois o Senhor vai passar".

Então veio um vento fortíssimo que separou os montes e esmigalhou as rochas diante do Senhor, mas o Senhor não estava no vento.

Depois do vento houve um terremoto, mas o Senhor não estava no terremoto.
Depois do terremoto houve um fogo, mas o Senhor não estava nele.

e depois do fogo uma voz mansa e delicada.

(1 Reis 19:11,12)

E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.

(Salmos 139:24)

Para comprar A MÚSICA clique abaixo ou acesse LOJA
Para comprar A PARTITURA clique abaixo ou acesse LOJA

CARRILHO DE JESUS, FREDERICK (1971-) - JORNADA PARA A ETERNIDADE (2000)

Para Violão amplificado (Cordas de aço) e Electrônicos (processador de efeitos ALESIS/Midiverb III). 

Estreada durante o “OREGON BACH FESTIVAL 2005 - Simpósio para Compositores e Instrumentistas”

(Oregon, Universidade de Eugene, Estados Unidos da América (EUA)).

EVENTVM II
(2003)


Parte I - Eventus Partis
Parte II - Eventus Effectus
Parte III - Eventus Actio-Loqui
Parte IV - Eventus Creo


(Δράση και Δημιουργία του Θεού στο Σύμπαν / Actio et Creatio Dei in Universo /Ação e Criação de Deus: o Universo)

EVENTVM II - {Part I} - Eventus Partis Frederick de Jesus Carrilho
00:00 / 06:10

"Também a minha mão fundou a terra, e a minha destra estendeu os céus; quando eu os chamar, eles se apresentarão juntos"

(Isaías 48:13)

Para comprar A MÚSICA clique abaixo ou acesse LOJA
Para comprar A MÚSICA clique abaixo ou acesse LOJA

EVENTVM III 
(Ano de composição: 2005)

SERES VIVENTES
[Criação Dias 4,5,6]

Gênesis 1:14-19,23 (Luminares)
Gênesis 1:26,31 (O Homem - Parte I)
Gênesis 2:7 (O Homem - Parte II)
Gênesis 2:22 (A Mulher)

(Δράση και Δημιουργία του Θεού στο Σύμπαν / Actio et Creatio Dei in Universo /Ação e Criação de Deus: o Universo)

EVENTVM IIIFrederick de Jesus Carrilho
00:00 / 11:13
Para comprar A MÚSICA clique abaixo ou acesse LOJA

Gênesis 1:14-19,23


E disse Deus: Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite;

e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos.
E sejam para luminares na expansão dos céus, para iluminar a terra; e assim foi.
E fez Deus os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; e fez as estrelas.
E Deus os pôs na expansão dos céus para iluminar a terra,
E para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas; e viu Deus que era bom.
E foi a tarde e a manhã, o dia quarto.

E foi a tarde e a manhã, o dia quinto.

Gênesis 1:26,31

E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar,

e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.

E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto.

Gênesis 2:7

E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.

Gênesis 2:22

E da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão.

Para comprar A MÚSICA clique abaixo ou acesse LOJA

EVENTVM IV 
(Ano de composição: 2013)
GÊNESIS 6 E 7
(Esta música é inédita: ainda não há uma gravação)

Gênesis 6:1-7

E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas,
Viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
Então disse o Senhor: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão cento e vinte anos.

Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.
E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.
Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração.
E disse o Senhor: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito.

Gênesis 6:13-14, 17-18

(DEUS ANUNCIA O DILÚVIO)
 

Então disse Deus a Noé: O fim de toda a carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violência; e eis que os desfarei com a terra.
Faze para ti uma arca da madeira de gofer; farás compartimentos na arca e a betumarás por dentro e por fora com betume.

Porque eis que eu trago um dilúvio de águas sobre a terra, para desfazer toda a carne em que há espírito de vida debaixo dos céus; tudo o que há na terra expirará.
Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teus filhos, tua mulher e as mulheres de teus filhos contigo.

Gênesis 7:1-7

(Noé e sua família entram na arca)
 

Depois disse o SENHOR a Noé: Entra tu e toda a tua casa na arca, porque tenho visto que és justo diante de mim nesta geração.
De todos os animais limpos tomarás para ti sete e sete, o macho e sua fêmea; mas dos animais que não são limpos, dois, o macho e sua fêmea.
Também das aves dos céus sete e sete, macho e fêmea, para conservar em vida sua espécie sobre a face de toda a terra.
Porque, passados ainda sete dias, farei chover sobre a terra quarenta dias e quarenta noites; e desfarei de sobre a face da terra toda a substância que fiz.
E fez Noé conforme a tudo o que o Senhor lhe ordenara.
E era Noé da idade de seiscentos anos, quando o dilúvio das águas veio sobre a terra.
Noé entrou na arca, e com ele seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos, por causa das águas do dilúvio.

Gênesis 7:11-12

No ano seiscentos da vida de Noé, no mês segundo, aos dezessete dias do mês, naquele mesmo dia se romperam todas as fontes do grande abismo, e as janelas dos céus se abriram,
E houve chuva sobre a terra quarenta dias e quarenta noites.

Gênesis 7:17-23

(O DILÚVIO)

E durou o dilúvio quarenta dias sobre a terra, e cresceram as águas e levantaram a arca, e ela se elevou sobre a terra.
E prevaleceram as águas e cresceram grandemente sobre a terra; e a arca andava sobre as águas.
E as águas prevaleceram excessivamente sobre a terra; e todos os altos montes que havia debaixo de todo o céu, foram cobertos.

Quinze côvados acima prevaleceram as águas; e os montes foram cobertos.
E expirou toda a carne que se movia sobre a terra, tanto de ave como de gado e de feras, e de todo o réptil que se arrasta sobre a terra, e todo o homem.
Tudo o que tinha fôlego de espírito de vida em suas narinas, tudo o que havia em terra seca, morreu.
Assim foi destruído todo o ser vivente que havia sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; e foram extintos da terra; e ficou somente Noé, e os que com ele estavam na arca.

EVENTVM V
(Ano de composição: 2014)
ÊXODO 24:16-17
ROMANOS 1:20
JÓ 38:1-2; 42:5

EVENTVM V (2015) - Fred CarrilhoFrederick de Jesus Carrilho
00:00 / 15:06

EVENTVM VI
(Ano de composição: October 2014 / February 2015)
EZEQUIEL 37:7
I REIS 19:11-12
I TESSALONCENSES 4:16

EVENTVM VI FOR GUITAR ORCHESTRA BY FRED CARRILHO (2010-2015) (PG.1)
EVENTVM VI FOR GUITAR ORCHESTRA BY FRED CARRILHO (2010-2015) (PG.1)
bottom of page